sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Caso Antônio Villas Boas


Na década de 1950, a casuística ufológica era composta basicamente por casos de avistamentos a curta e média distância, alguns casos envolvendo aeronaves e casos esporádicos de pouso com ocasionais avistamentos de tripulantes.

Neste ultimo tipo de ocorrência predominava o caráter arredio e cauteloso por parte dos tripulantes destes objetos.

Em 15 de outubro de 1957, ocorreu o primeiro caso de abdução propriamente dito, em que a testemunha/vítima é levada contra a sua vontade para dentro de aparelhos voadores desconhecidos onde são submetidos à variados testes e experimentos.

O Caso Antônio Villas Boas, como ficou conhecido, é o primeiro de uma série de casos que ainda hoje, mais de 50 anos depois, constituem-se no maior mistério dentro de todo o Fenômeno OVNI.

Nesta seção, você encontrará relatórios de pesquisa do médico gastroenterologista e ufólogo Olavo Fontes, primeiro pesquisador do caso; do médico Walter Buller, e do historiador Claudio Suenaga, que mais recentemente investigou o caso.

Chamamos a atenção na forma de abordagem do caso, dos termos utilizados, e dos questionamentos e detalhes levantados, que variam conforma época em que foram publicados, sendo obviamente influenciados por conhecimentos de cada época.

Além dos artigos dos dois pesquisadores principais, disponibilizamos o laudo do exame realizado por Olavo Fontes no protagonista do caso, Antônio Villas Boas, e apresentamos detalhes de como o assunto foi encarado ao longo dos anos pela comunidade ufológica brasileira e mundial.


#Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© ...:::Mistérios Inesplicáveis:::... - Todos os Direitos Reservados - V@lensuelos Desenvolvimento Web - V@L3NSU3LOS